.o esquisito

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.esquisitices recentes

. Limites de velocidade

. A pólvora...

. Dúvida pertinente

. Educação

. A importância do irreleva...

. Empresa holandesa copia a...

. Sabias? O que pensas dist...

. Editoras (música, cinema,...

. Pobres (ou não) e mal agr...

. 5 minutos para escrever 2...

.arquivos esquisitos

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.pesquisa Amazon

Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Parece que fazer bem as coisas... é mau.



No outro dia fiz uma viagem, essencialmente em autoestrada, em que eu levei o meu carro, e vinha uma amiga minha para o mesmo local, no seu carro (teve mesmo que ser).

Ora ela, não sei se por ideologia ou não, não é grande fã da faixa da direita, especialmente quando há mais do que 2 faixas... Facto extensível a imensa gente, mas que me irrita profundamente, por deturpar o objectivo para que existem várias faixas de rodagem, atrapalhando de uma forma geral, todos os que usam a autoestrada.

Quando chegámos ao destino chamei-lhe a atenção pelo seu gosto da faixa do "meio", e ela não só não concorda com a minha observação, como ainda me critica por voltar à faixa da direita sempre que acabo de ultrapassar um veículo ou um conjunto de veículos, dizendo qualquer coisa do estilo "andavas sempre para a esquerda e para a direita!!" Ora eu fiquei estarrecido...

Consegui conter a minha ira, e respondi-lhe educadamente (não consegui evitar o tom de voz mais "esclarecido" ) que o código da estrada diz claramente que ó obrigatória a utilização da faixa mais à direita (com excepção a manobras de ultrapassagem, divergência de destinos de tráfego e zonas com tráfego muito intenso). E não disse mas devia ter dito, que a atitude dela não só prejudica o a fluidez de tráfego, como é perigosa, porque obriga a múltiplas mudanças de faixa a quem a pretender ultrapassar, ou no caso dos ainda mais impacientes (e irresponsáveis), a ultrapassar pela direita.

Mas de facto fico pasmado com as asneiras que se fazem por aí com a convicção de serem óptimos condutores!! E ainda criticam as pessoas que fazem bem as coisas!!! Como é que é possível???

Custa assim tanto usar piscas, mudar de faixas convenientemente??? Afinal de contas não é preciso levantar o cuzinho do banquinho, tudo o que é preciso está ao alcance das mãos... (ou devia...)
sinto-me:
publicado por esquisito às 23:26

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De EmanuelCB a 1 de Agosto de 2007 às 02:19
Pois bem, eu queria manifestar aqui a minha revolta perante outra situação que é o trafego em rotundas!
Se há coisa que me irrita são aquelas pessoas (e mulheres também) que para cortar na 3ª ou 4ª saída da rotunda (dando quase a volta completa) se metem sempre pela faixa da direita (sempre por fora) atravessando-se à frente de quem vem por dentro e obrigando a travagens perigosas. É que até já vi quem desse a volta à rotunda sempre sempre por fora!
Dá vontade de lhes bater com o carro!!
É uma vergonha...
De esquisito a 1 de Agosto de 2007 às 12:05
Pois... isso também me irrita profundamente!! E o que me chateia ainda mais é que apesar de existir um "esclarecimento" da DGV que diz que só se deve usar a faixa exterior das rotundas quando se está prestes a sair da mesma, o facto é que em caso de colisão, segundo a lei, o culpado é SEMPRE quem vem na faixa interior, porque tem menos prioridade do que quem vem na faixa exterior. Isto faz algum sentido????
De EmanuelCB a 1 de Agosto de 2007 às 19:06
Era atá-los todos a um pinheiro, pegar-lhes fogo e no fim assar castanhas nas brasas!
De esquisito a 2 de Agosto de 2007 às 11:48
Isso era capaz de ser interessante. A curto prazo (durante a fogueira) emitia-se mais CO2, mas a médio/longo prazo emitia-se muito menos. Menos gente a conduzir, a não deixar o trânsito fluir, a gastar electricidade... Se calhar até já cumpríamos Quioto...

Comentar post

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds