.o esquisito

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.esquisitices recentes

. Serviço público

. Crentes...

. Parece que fazer bem as c...

.arquivos esquisitos

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.pesquisa Amazon

Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

Serviço público

Para todos os burros/irresponsáveis/insconscientes/desrespeitosos das outras pessoas que circulam em autoestrada em todas as faixas menos na da direita, aqui fica um pouco de serviço público, que vem em sequência deste post...

publicado por esquisito às 21:12

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Crentes...

Sinal GPS Proibido

Este sinal, diz-vos alguma coisa?? Não aprenderam quando "tiraram a carta"??

É natural. Este sinal, no mínimo um bocado críptico, é uma experiência que está a decorrer no País de Gales. É que eles têm tido por lá uns "acidentes causados por sistemas de navegação" (conhecidos erradamente como GPS, tipo "o" MP3... ). Então em estradas mais estreitas andam a pôr este sinal, que provavelmente vai criar mais acidentes por ninguém perceber aquilo.

Mas pronto, eu li sobre isto aqui, onde referiam alguns exemplos de acidentes ocorridos. Há este que é estúpido, este que é extremamente estúpido, e este que roça os limites da credibilidade de tão estúpido que é... Passo a narrar este último, para vos poupar o trabalho.

Uma estudante universitária inglesa (aliás os casos aqui referidos aconteceram todos no Reino Unido, embora já tenham acontecido um pouco por todo o mundo) de 20 anos, que por questões de anonimato irei referir daqui em diante como BURRA, seguia conduzindo o seu veículo por uma determinada estrada onde nunca tinha passado antes. Ela seguiu o percurso indicado pelo seu sistema de navegação, até que encontrou um obstáculo na estrada, que não era indicado pelo dito sistema.

Ela identificou o dito obstáculo como sendo "um normal "portão" de agricultores" ("portão" no meio da estrada?? bem, sim, talvez. No Reino Unido há algumas estradas pequenas que têm coisas dessas para evitar movimentações do gado, acho eu). Então a BURRA saiu do carro e foi abrir o primeiro "portão" (primeiro?? havia mais que um??). A BURRA andou com o carro mais 2 ou 3 metros (???) e foi levantar o outro (levantar?? eram de levantar??). Algures nesse processo, o que é que surge por perto, assim tipo do nada, sorrateiramente, sem nada que o fizesse prever? Um comboio.... Sim, um comboio... Já estão a perceber melhor o que se passou não estão? Diz a BURRA que ainda pensou em ir tirar o carro, mas não foi. Se calhar a única boa decisão que a BURRA tomou nesse dia.

Resta dizer que a BURRA jurou nesse dia nunca mais usar um sistema de navegação, porque este quase a matava... A BURRA... Já agora, o carro ficou assim:



Mas podem encontrar no site que aqui linkei mais artigos relacionados, nomeadamente este, também "interessante"...

Nota: Este artigo não pretende de forma nenhuma insultar o gado asinino, que tanto prezo.
publicado por esquisito às 19:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Parece que fazer bem as coisas... é mau.



No outro dia fiz uma viagem, essencialmente em autoestrada, em que eu levei o meu carro, e vinha uma amiga minha para o mesmo local, no seu carro (teve mesmo que ser).

Ora ela, não sei se por ideologia ou não, não é grande fã da faixa da direita, especialmente quando há mais do que 2 faixas... Facto extensível a imensa gente, mas que me irrita profundamente, por deturpar o objectivo para que existem várias faixas de rodagem, atrapalhando de uma forma geral, todos os que usam a autoestrada.

Quando chegámos ao destino chamei-lhe a atenção pelo seu gosto da faixa do "meio", e ela não só não concorda com a minha observação, como ainda me critica por voltar à faixa da direita sempre que acabo de ultrapassar um veículo ou um conjunto de veículos, dizendo qualquer coisa do estilo "andavas sempre para a esquerda e para a direita!!" Ora eu fiquei estarrecido...

Consegui conter a minha ira, e respondi-lhe educadamente (não consegui evitar o tom de voz mais "esclarecido" ) que o código da estrada diz claramente que ó obrigatória a utilização da faixa mais à direita (com excepção a manobras de ultrapassagem, divergência de destinos de tráfego e zonas com tráfego muito intenso). E não disse mas devia ter dito, que a atitude dela não só prejudica o a fluidez de tráfego, como é perigosa, porque obriga a múltiplas mudanças de faixa a quem a pretender ultrapassar, ou no caso dos ainda mais impacientes (e irresponsáveis), a ultrapassar pela direita.

Mas de facto fico pasmado com as asneiras que se fazem por aí com a convicção de serem óptimos condutores!! E ainda criticam as pessoas que fazem bem as coisas!!! Como é que é possível???

Custa assim tanto usar piscas, mudar de faixas convenientemente??? Afinal de contas não é preciso levantar o cuzinho do banquinho, tudo o que é preciso está ao alcance das mãos... (ou devia...)
sinto-me:
publicado por esquisito às 23:26

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds