.o esquisito

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.esquisitices recentes

. Educação

. Hmmm....

.arquivos esquisitos

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.pesquisa Amazon

Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Educação

 O que eu retive da entrevista de ontem à Ministra da Educação: não devemos chumbar os meninos porque nos países nórdicos também não se chumbam os meninos.

 

Ainda bem que temos um rumo definido na educação. Pena é que seja um rumo em direcção ao precipício...

sinto-me: num barco (país) a afundar...
publicado por esquisito às 18:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Hmmm....

"Ensino Secundário tem oito alunos por professor

 

É melhor rácio de alunos por professor dos países da OCDE
 
Mais de 95% dos gastos com a educação no Básico e Secundário em Portugal são com o pessoal, especialmente com os docentes. Todavia, o bom número de alunos por professor não tem reflexo na dimensão das turmas.
 
(...)
 
Apesar de o número de professores não se reflectir nas turmas, reflecte-se bem nos gastos totais. Portugal é o país que gasta a maior percentagem do orçamento dedicado à Educação com o pessoal, um pouco mais de 95%, sendo que 85% dos gastos no Básico e 81% no Secundário são exclusivamente com professores. A título de exemplo, diga-se que a Finlândia apenas gasta 65% do seu orçamento com o pessoal, alocando os restantes recursos financeiros para a investigação e serviços de apoio como materiais, alimentação, alojamento ou transporte.
 
O estudo refere, ainda, que, apesar de Portugal ser um dos países do estudo com menor Produto Interno Bruto(PIB) "per capita", os salários dos professores estão ao nível de países com um PIB "per capita" bastante superior. O relatório salienta que Portugal gastou, em 2005, cerca de 5,7% do PIB na Educação: 1,4% no Ensino Superior e os restantes 3,7% nos outros graus de ensino.
 
(...)
"
 
in JN, notícia completa aqui.

publicado por esquisito às 14:58

link do post | comentar | favorito
|

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds